PDFImprimirE-mail

Palavras de Emmanuel, André Luiz e cia.

AddThis Social Bookmark Button

 Palavras de Emmanuel, André Luiz e cia.

  Parte 2

Espiritismo

Siga-nos no Twitter

faceb                           

 

 

jesus2

 

ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM
Emmanuel


O conselho de Jesus, no que se refere à oração pelos nossos
perseguidores não se baseia tão-somente na lei universal da bondade
para com os semelhantes.
Vai mais além. Fundamenta-se no princípio justo das correspondências.
O ódio, o crime, a calúnia segregam forças perniciosas e destrutivas. O
perseguidor encarcera-se no abismo das inquietações; o criminoso, onde estiver, é
prisioneiro da consciência, guardado pelo remorso, então transformado em sentinela
vigilante; o caluniador envolve-se na peçonha dos próprios atos. Emitem pensamentos
destruidores, como o pântano os elementos mortíferos.


Na lei das forças, que rege todos os fenômenos da vida, os semelhantes atraem-
se uns aos outros. Odiar aos que odeiam, retribuir o mal com mal, seria abrir portas em
nós mesmos à selvageria dos que nos convocam a suas furnas de trevas.
Alimentemos a chama benéfica que indique o caminho santo do bem mas
evitemos o incêncio devastador que aniquila as possibilidades da vida. Contra a labareda
criminosa do mal, façamos chover os pensamentos calmantes do bem.
Toda vez que a onda escura da persiguição nos procure envolver na luta digna,
oremos e vigiemos. Encontrando-nos a resistência fraternal, voltarão os fios negros aos
seus próprios autores, encasulando-os em sua obra.


Orai pelos que vos perseguem e caluniam, acendei a luz dos pensamentos
nobres no círculo de sombras dos que vos tentam confundir, certos de que a maldade é o
inferno dos maus e que cada Espírito carrega na vida o abismo tenebroso ou a montanha
de luz, dentro de si mesmo.